Igreja de Nossa Senhora do Pilar em Ouro Preto

Fotografia de Sônia Fraga
Considerada um dos principais exemplares do barroco brasileiro, a Matriz Nossa Senhora do Pilar está entre as capelas com maior quantidade de ouro no Brasil e apresenta entalhes das três fases do barroco mineiro. Essa joia preciosa de Ouro Preto exibe até os dias de hoje o esplendor e exuberância da riqueza das Minas Gerais por meio de sua arquitetura e altares.

Construída entre os períodos de 1728 e 1730, a atual Matriz do Pilar substituiu o mais antigo templo da Vila destinado à Virgem do Pilar, uma capelinha construída nos primeiros anos do século XVIII.
A confederação de irmandades fundadas em princípios do século XVIII foi responsável pela construção da nova igreja, são elas: São Miguel e Almas, Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora do Pilar (1712), Senhor dos Passos e Santo Antônio (1715). Outras devoções abrigadas na Paróquia como Nossa Senhora da Conceição, Rosário do Terço e Santana também colaboraram com a construção da igreja. As despesas gerais foram divididas entre elas e cada uma assumiu o compromisso de ornamentar e cuidar do próprio altar. Em 1712, a igreja foi ampliada para ser transformada em Matriz e as atuais dimensões foram estabelecidas em 1733, época da conclusão das obras no templo.

Além da Matriz do Pilar oferecer espaços específicos para cada irmandade dentro do local, ela foi também considerada templo oficial, porque foi nela que os governadores tomavam posse, o Senado da Câmara realizava eventos festivos e solenes.

Atualmente, o Museu de Arte Sacra é encontrado na Matriz do Pilar apresentando ao visitante o conjunto dos bens integrados da igreja e os bens da exposição permanente. Na exposição permanente os bens estão classificados nas mostras:

Fotografia de Fabinho Augusto

-Iconografia religiosa;

-Aleijadinho;

-Nossa Senhora do Pilar;

-Pintura religiosa e sacristia;

-A prata em Minas Gerais;

-Objetos litúrgicos e irmandades religiosas;

-Triunfo eucarístico,

-Quaresma e semana santa.
Aproveite sua viagem a Ouro Preto para conhecer de perto esse grande exemplar da arte barroca brasileira e mergulhar na rica história de Minas Gerais.

Fontes: Ouro Press


Nenhum comentário:

Postar um comentário