A cozinha de Minas

Restaurante Aldeia Fazenda Velha em Andradas MG

As maravilhas daquela que é apontada por muitos como a mais tradicional
representante da culinária brasileira
A culinária mineira nasceu nos fogões à lenha do interior de Minas, quando as
sinhás e as escravas negras buscavam nas hortas e quintais dos fundos das casas o suprimento para colocar na mesa o alimento para os primeiros desbravadores dos Gerais, que chegavam à região em busca de ouro e diamantes. Tendo como característica principal a simplicidade, a comida mineira seduz pelo aroma convidativo e o paladar encorpado e saboroso de muitos de seus pratos. Quem já provou um leitão crepitando à pururuca, um feijão cremoso mergulhado em temperos, um lombo derretendo no forno, ou um velho e bom torresminho que estrala entre os dentes, sabe do que estamos falando.

Uma mistura com a cara do Brasil

Para entender a origem dessa cozinha precisamos voltar no tempo e encontrarmos com os primeiros desbravadores do interior do Brasil, que, graças ao garimpo do ouro e diamantes, fizeram das “Gerais”, o mais importante pólo econômico do Reino de Portugal, atraindo milhares de aventureiros e mão de obra para o trabalho nas lavras. Estava pronto o tempero que iria caracterizar de forma única os pratos dessa cozinha: os índios nativos da região, os negros do garimpo e os colonizadores portugueses. Uma das mais genuínas representantes da cozinha brasileira, a mesa mineira conseguiu, como quase nenhuma outra, assimilar, equilibrar e preservar a influência destas três etnias que formam a base do povo brasileiro.

Uma comida para gente forte


A comida de Minas utiliza uma grande variedade de itens para os pratos principais, como a carne de porco, lingüiça, galinha, carne seca e carne de sol; nas verduras e legumes encontramos couve, abóbora, milho verde, quiabo e os peixes de rio que podem ser frescos, salgados ou secos. E ainda, o queijo branco, angú de fubá de milho, arroz soltinho feito em panela de pedra e as compotas de frutas, doce de leite e biscoitos de goma como sobremesas.

Veja abaixo alguns pratos típicos:


Mexidão 
Carne cozida, bife, lingüiça, torresmo,
ovo e bacon são os ingredientes desse típico prato de Minas que encanta os mais diferentes paladares.
  
Frango com quiabo
Uma maneira muito tradicional de preparar o frango é num ensopado com quiabo e tipicamente acompanhado com angu (purê de milho), arroz branco e couve.
  
Cachaça
O destilado de cana-de-açúcar é ideal com um prato de torresmo à beira de um fogão de lenha numa fazenda entre as montanhas de Minas Gerais.
  
Lombo à moda de Minas
Temperado com sal, alho e limão à gosto, o lombo deve ser dourado no fogo alto, depois fatiado e enfeitado com rodelas de limão.
  
Doce de leite
Para a sobremesa, a cozinha de minas tem no doce de leite um de seus mais tradicionais representantes e pode ser acompanhado por compotas, doces cristalizados e inúmeras outras alternativas.
  
Pão de queijo
O pão de queijo é feito à base de polvilho de mandioca. O tipo de queijo varia, os mais utilizados são mussarela e parmesão, o que dão ao pães o típico sabor e o nome.
  
Tutu de feijão
Um prato indispensável em qualquer refeição tipicamente mineira. O tutu é um purê de feijão com farinha de mandioca (ou de milho), tipicamente
acompanhado por arroz branco, lingüiça, torresminho e couve mineira.
  
Feijoada 
As carnes refogadas à parte com alho e cebola, de preferência em gordura de porco, ganham um sabor especial com o feijão cozido em folhas de louro. O arroz branco, o molho capeta, a couve, a laranja e uma boa cachaça
mineira completam o prato.






Fonte, exceto primeira foto: http://www.revistataxi.com.br/edicoes/07/spummundotdo.html

Um comentário: