quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

A origem do Doce de Leite

Compartilhe:

Minas Gerais é de grande riqueza gastronômica e tem vários sabores próprios que nos distingue das demais regiões. Mas hoje vou escrever sobre a minha total adoração ao açúcar. Sempre tive o doce de leite como o verdadeiro sabor de Minas. Mesmo sabendo que a sua origem não pertence a essas agradáveis terras montanhosas. 

A explicação desta minha concepção, talvez esteja nas saborosas lembranças de minha infância. Em um enorme fogão a lenha de nossa casa sempre havia um, também enorme, tacho cozinhando um delicioso doce de leite nas suas mais diversas formas. Era a sobremesa perfeita para todas as ocasiões. Para fazer os tradicionais cajuzinhos, o doce de leite cozinhava até uma consistência pastosa. O tacho era retirado do fogo e o amendoim acrescentado aos poucos, até dar ponto para enrolar os docinhos. Simplesmente, insuperável esse modo de preparo de cajuzinhos.

Não sou só eu que oferece ao doce de leite o lugar de destaque que ele merece. Os dados apontam que Minas Gerais vê o produto como uma de suas preferidas sobremesas e fontes de renda. Responsável por um terço da produção nacional de leite, o Estado possui o maior parque industrial de laticínios do Brasil e detém 50% da produção de doce de leite. Diversas marcas mineiras disputam o Concurso Nacional de Produtos Lácteos e, a marca Doce de Leite Viçosa, fabricada na cidade de mesmo nome, sagrou-se pentacampeã na edição do evento de 2011.
Se não é essencialmente mineiro, de onde surgiu o doce de leite?

Origem

A humanidade teve que aprender a conservar o leite para durar mais tempo e variar o seu consumo. Mas, sobre onde e quando, exatamente surgiu o doce de leite, não há certezas.

Uma das versões e que ele surgiu Argentina, em 17 de julho 1829, durante um encontro entre os generais Lavalle e Juan Manuel de Rosas para estabelecer os termos finais do acordo para posteriormente convocar as eleições gerais. Por esquecimento, a cozinheira do acampamento deixou uma panela de ferro com leite e açúcar no fogo. Foi quando um soldado passou o dedo na pasta e fez comentários excelentes sobre o sabor do leite doce que tinha se formado, por descuido da cozinheira. Desse desastre culinário, nasceu o doce de leite.

Porém, um especialista em história da cozinha, o argentino Víctor Ego Ducrot, escreveu em seu livro “Los Sabores de la patria”, que já no século XVIII se preparava o doce de leite no Chile. Portanto, as dúvidas da origem do doce de leite ainda permanecem.

 (Fonte: Diário do Aço - 26/02/2012) 
Doce de leite cremoso e de corte
O doce de leite é um doce tradicional de vários países da América Latina. Geralmente é feito ao se ferver leite com açúcar, mas também pode ser obtido cozinhando leite condensado por várias horas. (foto acima enviada por Evaldo Itor Fernandes de Moeda MG)

Ele é usado em balas e outras comidas doces, como bolos, biscoitos ou sorvete. Em alguns lugares, é comido espalhado em torradas. Também é famoso sua utilização para a preparação de churros.


Origem
A origem do doce de leite é incerta, mas está ligada à rápida expansão na produção de sacarose de cana-de-açúcar nas ilhas ibéricas atlânticas, no século XV, e no Brasil, América Central e Antilhas a partir do século XVI e à possibilidade de seu uso para preservação do leite. Como primeiro edulcorante de produção em grande escala, o açúcar da cana passa a ser usado na conservação de vários produtos orgânicos, inclusive o leite de vaca ou de cabra, dando origem a produtos similares ao doce de leite atual, pastoso ou sólido, em toda a América Latina e em determinadas localidades ibéricas.

A versão patriótica argentina afirma que ele teria sido inventado por Juan Manuel de Rosas, um político argentino do século XIX. Ele estaria preparando um pouco de leite quente numa tarde de inverno, quando alguém bateu à porta. Ele esqueceu a panela no fogo, dando origem ao doce de leite.

As variações mais comuns são a pastosa e a sólida (que pode ser cortada em barras ou pedaços), que se diferenciam por sua consistência.
Variações regionais
No Brasil, o doce é produzido em escala industrial por todas as empresas beneficiadoras de laticínios. A produção artesanal é comercializada por pequenas marcas (principalmente no estado de Minas Gerais). Na Argentina, as marcas mais populares são La Serenísima e Gándara. Já na Venezuela, o doce é tradicionalmente feito na cidade de Coro, onde é vendido puro ou com chocolate (dulce de leche con chocolate).

No México, ele é chamado de cajeta por associação às pequenas caixas de madeira nas quais o doce é vendido. Nesse país, o doce é feito com metade de leite de vaca e metade de leite de cabra.

Recentemente, o doce de leite ganhou popularidade nos EUA, graças ao lançamento de um sorvete de doce de leite pela empresa Häagen-Dazs em 1997. É o terceiro sabor mais vendido pela empresa, atrás apenas de baunilha e de Fudge Ripple.

Na França, a confiture de lait é tambem muito popular, espacialmente na região Normandia. Pode ser aromatizada com avelinas ou chocolate. Fonte: Wikipédia

RECEITA I
Ingredientes:

-2 litros de leite
-4 xícaras de açúcar (750g).

Preparo:
Coloque o leite e o açúcar numa panela grande de fundo largo.
Leve ao fogo médio, mexendo sempre com uma colher de pau, até ferver (cerca de 15 minutos).
Diminua o fogo e continue mexendo até obter um doce marrom claro de consistência cremosa (cerca de 45 minutos).
Passe o doce para um refratário, deixe esfriar bem e sirva às colheradas em pratos de sobremesa com fatias de queijo branco.
COM SABORES: Vários ingredientes podem ser adicionados ao doce já pronto para mudar o sabor: ameixas pretas previamente aferventadas, coco ralado, passas maceradas ao rum, nozes picadas figo em calda...
DICA: Para obter um doce com textura bem delicada e cremosa, é preciso mexer o leite sem parar. Primeiro para dissolver por completo o açúcar e depois para que ele caramelize por igual e não forme grumos (bolas) no fundo da panela.

RECEITA II (DOCE DE LEITE DE CORTE)
Ingredientes:

250 g de açúcar;
1 litro de leite.

Deixar o leite no fogo para ferver. Deixar amarelar. Juntar o açúcar mexendo sempre. Quando aparecer o fundo do tacho, tomar o ponto de bala. Retirar do fogo. Bater bem (até que perca o brilho). Despejar no mármore, esperar esfriar e cortar em quadradinhos ou losangos

RECEITA III (DOCE DE LEITE CORTE)
Ingredientes
-2 xícara(s) (chá) de açúcar cristal
-3 colher(es) (sopa) de Água
-3 colher(es) (sopa) de manteiga
-2 colher(es) (sopa) de glucose de milho
-450 gr de leite condensado
-3 gotas de essência de baunilha

Modo de Preparo
Coloque o açúcar e a água numa panela e cozinhe em fogo bem lento
Mexa com uma colher para que possa visualizar bem quando o açúcar dissolver.
Acrescente a manteiga e a glucose e mexa com cuidado até que a manteiga se dissolva.
Adicione o leite condensado,aumente o fogo e mexa até que a mistura ferva.
Ferva rapidamente, mexendo sempre, por aproximadamente 20 minutos.
Retire a panela do fogo e coloque numa superfície fria.
Acrescente a essência de baunilha e bata com a colher até que a mistura comece a engrossar.
Derrame o doce de leite numa assadeira untada e deixe esfriar.
Marque em quadrados com faca afiada.
Quando estiver completamente frio e firme, corte.
Embrulhe em papel manteiga.
Fonte: Aroma doce

Nenhum comentário:
Faça também comentários