terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Ferro a brasa

Compartilhe:

Era sexta-feira. Toda sexta-feira, minha avó cuidava da casa, varria com vassoura de alecrim a casa inteira, lavava as roupas de cama e de todos. Ficava o dia todo fazendo isso. No fim da tarde as roupas eram passadas em ferro a brasa.

O ferro era pesado, eu não conseguia segurá-lo, era bem pequeno e ficava a observar minha avó colocando brasa no ferro e balançando-o para que a brasa esquentasse mais. Às vezes soprava. Sobre uma mesa, ia passando peça por peça de roupa e sempre soprando e balançando o ferro para a brasa não apagar. Por outras vezes tinha que trocar as brasas que apagavam. E assim ia, passando roupas, com aquele ferro enorme e pesado.

As roupas eram bem passadas! Dava gosto de ver. E eu gostava de ver, até porque, minha avó sempre fazia roscas na sexta-feira e dava pra gente. Ficava lá com uma caneca esmaltada de café cheia e comendo rosca da vovó.

Rosca caseira simples
Ingredientes:

1 lata de leite condensado
1 lata de água morna (medir na lata de leite condensado)
1/2 lata de óleo (medir na lata de leite condensado)
4 ovos
2 colheres de sopa de açúcar
2 tabletes de fermento fresco
1 pitada de sal
1 kg de farinha de trigo
Calda: 1 xícara chá de açúcar; 1 xícara chá de água

Pra fazer é assim: No liquidificador adicione o leite condensado, água, o óleo, os ovos, o açúcar, o fermento e o sal, bata bem até misturar; 

Despeje a mistura em uma tigela grande ou em uma bacia plástica, adicione a farinha aos poucos sovando a massa com a mão, sove bem até incorporar toda a farinha; 
A massa fica grudando um pouco, deixe a massa descansar tampada até dobrar de volume, em local sem ventilação, não de arranque na vasilha, pois pode murchar a massa; 
Depois de dobrar o volume enrole as roscas, enfarinhe uma mesa; Com o auxilio de uma faca corte porções de massa e enrole igual a um bastão, depois enrole no formato de um caracol; 
Coloque a rosca em fôrma untada, deixe a rosca crescer novamente até dobrar o volume;
Assar em forno médio até dourar, assim que tirar do forno passe a calda ainda quente e espere esfriar para servir

Pra fazer a calda adicione em uma panela 1 xícara chá de açúcar e 1 xícara chá de água, misture bem e leve ao fogo até formar uma calda mais consistente, em seguida pincele sobre a rosca já assada.

Uma boa dica para a rosca ficar mais gostosa e tampar a massa com um pano de prato e deixar no sol para crescer. Pode envolver a vasilha com a massa numa sacola plástica, bem fechada para não entrar ar. Estes processos facilitam o crescimento mais rápido da massa. Se a calda açucarar, adicione um pouquinho de água e leve ao fogo novamente. Depois da massa ou da rosca crescida não deixe a vasilha bater ou dar arranque, pois pode murchar e endurecer.

Leite condensado não existia naquela época em latas, como vemos hoje. O jeito era fazer. Aprendi a fazer assim:


Leite condensado
Ingredientes

1 copo grande de leite em pó integral
1 copo grande de açúcar
1 colher de manteiga sem sal
1/2 copo de água morna

O preparo é assim: Em primeiro lugar esquente a água; Depois bata com os demais ingredientes no liquidificador. Para uma consistência mais líquida, bata no liquidificador por dois minutos. Se quiser uma consistência mais pastosa, bata por 5 minutos.

Assim está pronto o leite condensado para utilizar em qualquer receita

Leite em pó também era raro encontrar nos armazéns. Supermercado não existia. Aliás, nem a palavra supermercado existia. Era venda.

Eu não sabia o que era leite em pó. Meu avô brincava, dizendo que tinha uma vaca na fazenda que só dava leite em pó. Acreditei nisso por um bom tempo até entender como é que se faz leite em pó. Não dá para fazer em casa é muito difícil e tinha na época quem fazia na região e vendia, daí dava para usar em pratos.

Com o leite condensado pronto, podemos fazer essa deliciosa rosca. Eu gosto até hoje.

Rosca de Leite condensado
Ingredientes

3 xícaras de leite
1 1/2 xícaras de água morna
4 colheres de fermento (para pães)
1 xícara de óleo
2 xícaras de leite condensado (pode colocar açúcar também, a gosto)
5 ovos
2 colheres de sopa de margarina
1/2 colher de sopa de sal
2 kg de farinha de trigo

Recheio:
3 colheres de margarina
1 xícara de açúcar
Coco ralado

Pra fazer é assim: Bater no liquidificador todos os ingredientes, menos farinha de trigo; 
Bata por aproximadamente 5 minutos, depois despeje em uma bacia grande e coloque a farinha de trigo aos poucos; 
Amasse com a mão até a massa começar a desgrudar da mão, se precisar um pouco mais de farinha coloque aos poucos; 
Depois disso deixe a massa descansando por aproximadamente 1 hora e 30 minutos, até que dobre o tamanho; 
Coloque a massa em uma superfície dura, como em cima de granito ou no balcão da cozinha; 
Pegue um pouco da massa e abra com um rolo de macarrão na espessura de 1 dedo e passe um pouco do recheio; 
Jogue um pouco de coco ralado por cima e enrole como um rocambole; 
Corte as rodelas na espessura de 2 dedos, coloque na forma e espere por mais 30 a 45 minutos, até que a rosca dobre o tamanho; Depois disso pincele com ovo e asse; 
Jogue leite condensado por cima e polvilhe com coco ralado.

A rosca com café é boa demais. Ainda hoje não resisto. Sempre estou na padaria para comprar a chamada rosca de padaria. No tempo de minha avó era só rosca.

Rosca de Padaria
Ingredientes da Massa:
 
 ½ kg de farinha de trigo 
 ½ kg de fubá 
 2 e ½ xícaras (chá) de açúcar 
 1 colher (sopa) de fermento químico em pó 
 5 ovos 
 1 colher (sopa) de semente erva-doce 
 250 g de margarina 
1 /2 xícara de leite

O modo de fazer é bem simples: 
Coloque todos os ingredientes em uma vasilha e misture até formar uma massa homogênea; 
Modele em formato de pequenas bolas, coloque em assadeira untada e polvilhada com fubá e aperte delicadamente para que ela fique em formato achatado; 
Leve ao forno quente (200º) por aproximadamente 25 minutos ou até dourarem bem. 
Sirva quente ou fria

E a Broa Caxambu? Incrivelmente, uma das melhores.

Broa Caxambu
Ingredientes
 
 1 xícara e 3/4 (chá) de farinha de trigo
1 xícara e 3/4 (chá) de fubá
1 xícara 1/4 de açúcar
1 colher (chá) de fermento em pó
1 ovo
1 clara
120 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 colher (sobremesa) de erva-doce
150 g de cubos de goiabada
1 gema para pincelar

Primeiramente, faça assim: 
Peneira a farinha de trigo com o fubá e junte o açúcar, o fermento em pó, o ovo, a clara, a manteiga e erva-doce; 
Amasse tudo com as pontas dos dedos até formar uma massa macia e que não grude nas mãos. S
e necessário, pingue algumas gotas de leite para que a massa fique mais macia; 
Eu preferi colocar a erva-doce em apenas uma parte da massa; Modele rolos e corte fatias; 
Boleie cada uma das fatias e faça uma cavidade para acomodar o recheio; 
Coloque um cubinho de goiabada dentro de cada cavidade; Arrume as Broas em assadeiras untadas e enfarinhadas; 
Pincele com gema e leve ao forno pré-aquecido (230°C) por cerca de 30 minutos ou até que estejam crescidas e douradas. 
Espere que esfriem ou sirva-as ainda mornas!

Para que durem mais tempo, basta colocar as Broinhas num vidro ou lata.

Seja qual for o tipo de broa ou de rosca, se for com café feito em fogão a lenha e coado em coador de pano, fica mil vezes melhor.

Nesse dia chegou uma vizinha que trouxe uns Tarecos lá de Abaeté. Os Tarecos de Abaeté são famosos e deliciosos.

- Come esse treco do tareco menino! Disse pra mim.

E não é que o tareco é bom, bom demais. E é fácil fazer.

Tareco 
Ingredientes: 
1 kg de fécula de batata 
1 kg de farinha de trigo com fermento 
900 g de açúcar refinado 
500 g de manteiga 
200 ml de leite de coco 
100 g de coco ralado 7
ovos

Pra fazer, misture a farinha, a fécula, a manteiga e o açúcar; 
Em seguida, coloque o leite de coco e o coco ralado e misture tudo; Vá colocando os ovos de um a um amassando até a massa der o ponto de enrolar comas mãos; 
Faça cordões de aproximadamente 3 cm de largura e 1 cm de espessura e cortar em pedaços no tamanho desejado. 
Coloque num tabuleiro untado com óleo e asse em forno pré-aquecido, na temperatura máxima, por aproximadamente 15 minutos.

Quem não conhece Tareco, experimente. É uma deliciosa quitanda para o café da manhã ou da tarde.

Texto extraído do livro Doces Momentos de Arnaldo Silva
Quem quiser adquirir o livro entre em contato com o autor pelo e-mail: arnaldosilva@bdonline.com.br

Nenhum comentário:
Faça também comentários