Infância antigamente era assim....Pedir bênção aos mais velhos, brincar na rua, soltar pipas, jogar em campinho de terra, tomar banho de chuva e tantas outras brincadeiras sadias. Veja:

Tomar bênção dos pais, tios e avós era obrigação.
 Fotografia de Carmem Campos
Os pais não tinham condições de dar presentes. Ninguém lamentava. Brincadeira boa era fazer os próprios brinquedos usando latas, chinelos velhos, etc.
Qual criança nunca se esbaldou e encheu os olhos com os baleiros?
Bolinhas de gude. Toda criança adorava colecionar e jogar, soltar pipas, jogar finca....
Rodar pneu velho pelas ruas. Brincadeira gostosa e sadia
Meninos e meninas adoravam os álbuns de figurinhas. Os meninos colecionavam, principalmente, figurinhas de times de futebol. As meninas, figurinhas de novelas e artistas. Tinha também o tapão, que consistia em cada um colocar figurinhas no chão, dar um tapa. Se virassem, ganhava quem virou.
Pular corda e outras brincadeiras infantis eram constante nas ruas.
Jogar pelada em campinho de terra. Era emoção demais. Cada um fazia suas regras no momento. O que importava era um lote vago, uma bola velha e uns bambus para fazer o gol. Camisa e sem camisa eram os times e pronto. Se não tinha bola, as meias eram enchidas com penas, espumas, papel e pronto, já tinha boa, era só jogar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário