Cervejas artesanais mineiras. Conheça a vocação mineira para fazer cervejas artesanais.

Quem pensa que as melhores cervejas estão apenas na região Sul do Brasil pelo fato da colonização alemã local que preserva a cultura de seus antecedentes, muito se engana. Um grande exemplo disto é Minas Gerais, considerada a Bélgica brasileira. A fama é tanta que o estado possui reconhecimento a nível internacional.

Atualmente, Minas produz milhões de litros por mês em cervejarias espalhadas por todo o território. Além de oferecer ao mercado cervejas prestigiadas, os mineiros também são responsáveis por trazer novidades legítimas no setor. Ficou curioso? Confira um pouco da relação que faz Minas Gerais ser o berço de grandes nomes da cervejaria artesanal no Brasil.

O setor cervejeiro em Minas Gerais

No Brasil, a Nielsen divulgou um crescimento de 3,5% no segmento de cervejas da categoria Premium nos últimos cinco anos. Esse fenômeno é capaz de movimentar cerca de R$ 1,4 bilhão ao ano. Neste parâmetro, Minas Gerais possui em torno de 30 fábricas. 24 delas são consideradas microcervejarias. Hoje, o estado registra números bastante expressivos.

As produções artesanais locais já ganharam prêmios nacionais e internacionais. Em 2013, por exemplo, a Wäls Bohemia Pilsen, produzida na capital Belo Horizonte, ganhou o título de Cerveja do Ano no Festival Brasileiro da Cerveja de Blumenau, Santa Catarina. Lá fora, ela ganhou títulos no Superior Taste Award, da Bélgica, e no South Beer Cup, da Argentina.

Aromas peculiares do estado

Um grande diferencial das cervejas encontradas no estado é que, hoje, elas pararam de seguir ao pé da letra a tendência alemã. Um exemplo disso é que algumas já estão inserindo ingredientes brasileiros em sua fórmula com receitas criativas e originais. Dentre eles estão itens como o chocolate, açúcar mascavo, coentro, gengibre, raspas de laranja da terra e capim-limão. Algumas também são maturadas em barris de umburana, aqueles usados no envelhecimento de cachaça, para dar um aroma especial à bebida.

Cervejarias que valem a visita

Algumas cidades não podem deixar de serem visitadas para conhecer o circuito das cervejas artesanais mineiras, além da capital do estado, onde estão grande parte delas. Se você tem interesse em desbravar a região e conhecer as delícias produzidas em Minas Gerais, confira o nosso guia:

Belo Horizonte

Quem está a fim de encontrar algumas das cervejas mais reconhecidas de Minas Gerais, a capital do estado, Belo Horizonte, não pode ficar de fora do roteiro. Em BH está a Krug Bier, a microcervejaria mais antiga da cidade. Ela fica no bairro de São Pedro e sua fábrica está aberta desde 1997. Lá são encontrados seis tipos de chopp e cinco rótulos da cerveja Áustria. A marca é tão conhecida que atinge mais de 2,2 milhões de litros produzidos por ano.

Se está a procura de um sabor mais diferente, outra cervejaria famosa na capital é a Wäls. Ela produz cervejas com aromas diversos, dentre eles o de chocolate belga. Escura e encorpada, esta iguaria é maturada com cacau, mas a cervejaria também traz como opção aromas de café e caramelo.

Na cidade é também encontrada a Baker. O nome é importante na cidade, pois detém em seu portfólio a considerada primeira cerveja artesanal de todo o território mineiro. A cervejaria foi fundada em 1999.

Nova Lima

A cidade possui três cervejarias que seguem a tendência alemã. A primeira é a Cervejaria Inconfidentes. É lá que você encontrará a Grimor, a Jambreiro e a Vinil. Também tem a Cervejaria Taberna do Vale, que fabrica as Taberna Hell, Carol Weiss e Mariwit, além da Cervejaria Küd, fundada em 2010, que produz chopp em barriletes.

Capim Branco

Se você está a procura de um aroma mais tradicional, não deixe de visitar a Cervejaria Artesamalt na cidade de Capim Branco. Ela está na cidade desde 2007 e produz cervejas a base de Malte de Cevada, Lúpulo e levedo.

Ribeirão das Neves

É em Riberião das Neves que está a reconhecida Falke Bier. A cervejaria, criada em 2004, produz cervejas artesanais que seguem a escola cervejeira alemã. Ela é tão famosa que sua produção chega a 10 mil litros por mês.

Nem só da produção de cachaças vive o setor de bebidas mineiras! Se você já experimentou alguma destas cervejas artesanais, compartilhe conosco qual a sua preferida nos comentários!
Fonte: Ohminas.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário